segunda-feira, 17 de maio de 2010

E VIVA AO FUTURO!

Amigos,

Vamos começar a semana pensando no futuro, rsrs. Li uma matéria incrível num site e resolvi postá-la.

Temos news! Casa do futuro já é realidade no Brasil.

Encher a banheira via telefone celular e monitorar a casa a distância são apenas algumas das vantagens da automação residencial...

Controlar a casa à distância ou com apenas um clique. Destrancar a porta apenas com o toque do dedo. Programar funções de forma que tarefas cotidianas, como regar as plantas ou abastecer a geladeira, sejam realizadas sem que você tenha de se preocupar. Presentes na ficção e no imaginário popular há algum tempo, facilidades como estas começam a fazer cada vez mais parte do cotidiano das residências graças ao crescente nível de automação.

“Com um simples comando pelo celular posso encher minha banheira ou ligar o chuveiro durante o caminho de volta para casa”, afirma o empresário José Augusto, que instalou o primeiro sistema de automação em seu apartamento há 4 anos. Além dessas facilidades, ele ainda pode abrir a porta de sua casa por meio de impressão digital ou até bloquear a entrada de alguém, a distância.

De acordo com José Roberto Muratori, membro fundador da Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside) Augusto é apenas um entre centenas de brasileiros que aproveitaram o desenvolvimento da tecnologia para integrar e programar sistemas residenciais que lhe permitissem ter maior conforto e segurança.

Uma pesquisa feita pela entidade aponta que, entre 2007 e 2009, houve um aumento de aproximadamente 40% nos projetos de automação residenciais realizados no Brasil. “Hoje, é possível automatizar o sistema de iluminação da sua casa com apenas R$ 1 mil”, afirma Muratori.

Integração dinâmica

Os sistemas automatizados disponíveis no Brasil admitem inúmeras possibilidades de integração, customização de facilidades e criação de cenários dentro de casa. Assim, acionando apenas um botão, por exemplo, é possível criar todo um clima de romance, com cortinas fechadas, lareira acesa, meia luz, ar condicionado a 26º C e um jazz suave saindo do home theater.

“Todas essas funções podem ser pré-programadas num só painel para dar mais comodidade”, afirma Sérgio Corrigliano, gerente de pesquisa e desenvolvimento da iHouse, empresa especializada no assunto.

Entre outras funções passíveis de serem programadas estão o ajuste do volume da televisão quando se liga o aparelho de DVD ou toca o telefone, a temperatura do chuveiro e da água da banheira de acordo com a preferência de cada um dos membros da casa e a abertura ou fechamento de janelas e portas. Sendo que quase todos podem ser acionados localmente ou à distância, via mensagem de texto do celular ou por um computador remoto.

Acionamento de exaustores, irrigação de jardim e limpeza de piscinas são outras funções passíveis de automatização e programação.

No novo empreendimento Mansão Luciano Barreto Junior, recém-lançado em Aracaju, por exemplo, todos os apartamentos já vêm preparados para receber automatização. Todos os sistemas de segurança, climatização, entretenimento e iluminação serão interligado e poderão ser acionado de qualquer lugar pelo computador ou telefone celular.

“Outra facilidade é poder medir o consumo de energia elétrica da casa toda e providenciar reduções por cômodo, casa necessário”, afirma Corrigliano.

Serviços:

Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside)
Av. Santa Catarina, 54, sala 2, Vila Santa Catarina – São Paulo (SP)
Tel: (11) 3926-9805

Casa do Futuro
Av. das Américas, 500, Shopping Downtown, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro (RJ)
Tel: (21) 2494.0997

CCN Automação
Av. Indianópolis, 2.886, Planalto Paulista – São Paulo (SP)
Tel: (11) 5581.7771


Espero que tenham gostado e tenham um bom início de semana!
Chris

4 comentários:

Danielle disse...

Adoro tecnologia! Pena que seja algo tão caro.

Bjs, Danielle Brandão

Riccardo disse...

Chris,

quero uma casa asiim, rsrs.
amo tecnologia! Mas enquanto não posso tê-la, fico aqui babandooooooo, rsr.

Bjs, Ricardo

DRI disse...

Chris,

Acho que o governo federal deveria investir neste tipo de casa, assim, com o tempo, poderiam baratear o custo delas.

Dri

Ana Maria Braga disse...

adoro essas tecnologias !! Por isso precisamos nos mexer mais como caminhar, ir para academia.. etc. já que temos todas essas mordomias com pequenos toques. Bjs