quarta-feira, 23 de junho de 2010

O FRIOZINHO ESTÁ CHEGANDO, ENTÃO VAMOS AO ACONCHEGO!

Amigos,

Em tempos de frio, nada mais caloroso do que uma lareira: celebrem o inverno com uma dose extra de aconchego. É hora de acender o fogo e se deixar levar por sensações gostosas vindas das labaredas e do som da lenha em brasa na lareira. Com uma aura de encanto, esse hábito ancestral evoca os sentidos e propõe momentos de deleite. Selecionei seis projetos para vocês se inspirararem, além de lareiras portáteis e salamandras.

Desta forma, poderemos agradar a todos e atender as suas necessidades.

Aconcheguem-se!
Chris


Lareira Contemporânea

A atmosfera atual deste living criou uma lareira vazada solta do chão e suspensa apenas pela estrutura de metal da chaminé. Assim, produziu a sensação de que a peça flutua em frente aos panos de vidro, que revelam o jardim de bambus. Revestida de aço galvanizado com pintura eletrostática branca por fora e de tijolos refratários no interior, ela deixa o ambiente quentinho e acalenta o olhar.


Lareira Clássica

E, para criar um efeito visual forte, cobriu a lareira e a base na qual ela se apoia com mármore romano bruto, como se fosse uma peça única. Presa à pedra, a prateleira de madeira fica solta dos panos de vidro na lateral. O verde lá fora deixa o conjunto mais harmonioso.


Sem fumaça

Indicadas para apartamentos ou para quem deseja fugir de uma grande reforma, as lareiras a gás são fáceis de instalar e não produzem cheiro. “É uma solução mais prática no dia a dia”, dizem as arquitetas Priscila Baliu e Silvia Franchini, que assinam esse projeto, com tampo de mármore travertino e base de imbuia. Na parede, a caixa de gesso camuflada a coifa ligada ao duto que elimina o resíduo de dióxido de carbono produzido na queima do gás. Lareira da Construflama, tapete da By Kamy, cerâmicas de Hideko Honma.


Iluminação valoriza o visual

Graças às dimensões generosas e ao desenho limpo, a lareira criada pela arquiteta Paula Mattar é o centro das atenções. No alto, a moldura de mármore travertino romano bruto ganhou uma linha luminosa, que, quando acesa, solta a peça da parede. Outros detalhes bem cuidados impressionam como o acabamento interno de tijolos refratários cortados em filetes. A claridade natural e o jardim entram por generosas vidraças e promovem o bem-estar.

 Cor traz vibração extra à sala

Envolta na luz do Sol e no verde do jardim, a lareira planejada por Fernanda Neiva foi tingida de vermelho forte para dar uma graça ao imenso volume construído entre os grandes janelões. Outro truque da arquiteta foi criar nichos laterais, aproveitados para guardar a pilha de lenha e expor mimos da dona da casa. A ideia trouxe equilíbrio à peça de alvenaria, que aparece em harmonia com o clima contemporâneo da sala.


Calor de sobra em dois ambientes

A arquiteta Bela Gebara tirou proveito da quina entre o estar e a sala de jantar para criar um jogo de volumes cheios e vazios e encaixar ali a lareira, aberta para os dois ambientes. Assim, ela consegue deixar toda a área aquecida nas noites mais frias e ainda ganhou prateleiras para livros e objetos. Graças à base larga de granilite branco, de 25 cm, ela pôde abrir mão da tela de proteção contra fagulhas e também criou o nicho em L para armazenar a lenha.


Lareira Antiga e Contemporânea e uma Salamandra

Para deixar a casa mais quentinha sem grandes transtornos, você pode escolher entre as modernas lareiras portáteis e a  romântica salamandra. As primeiras podem ser carregadas pelos ambientes e produzem fogo da queima de álcool ou de biofluidos. A outra, pede instalação com chaminé e lenha para queimar.
 
 

4 comentários:

Bia disse...

Eu amo lareiras, acho mega charmoso e por aqui se vê mto.
bjs....

Anônimo disse...

este friozinho realmente está bem gostoso p/ um founde a beira de uma lareira com a pessoa amada. Obrigado pelas dicas!!

mm disse...

Chris,

Amo lareiras, elas dão um charme super especial a casa.
bjs,

alexandre salmão disse...

Oi, vou comprar uma lareira portátil, é romântica e minha mulher vai adorar!
Valeu!
Alexandre salmão